quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Indecente, só consegui esta definição para a proposta do Governo Anastasia para os educadores em greve a 85 dias...

Indecente, indecorosa, está é a definição para a proposta do governo apresentada hoje na Assembleia após uma greve de 85 dias!!


Enquanto nós educadores, pensávamos que o governo não tinha como nos surpreender mais com seu saco de maldades, eis que ele consegue!!


Tenho até vergonha de escrever o que este “ser” destruidor da

educação em MG nos apresentou. Mas como é necessário....vamos lá alguns pontos que guardei.

Permitiu que todos os professores que quiserem voltar para o piso, inclusive os designados, poderiam (Isto é ótimo, aceitaremos!) Mas somente os professores( ai não!!!)


Deu o piso proporcional R$712,00 ( alegria??? Euforia??? NNNnão!!!)


Este piso seria para todos os professores independente de sua escolaridade!!!


P1, P2,P3, P4... Parece piada??? Mas não é!!!


Em Minas, professor não precisa estudar, podemos fechar as faculdades de formação. Pois um professor de nível Médio e um Pós graduado receberá R$712,00 de PISO.


Gente esse “ser” vem se revelando o inimigo número um da

educação, dos educadores, dos alunos, da sociedade!! Ele se julga o todo poderoso, o dono do mundo. Fico me perguntado como uma secretária de Planejamento tem coragem de apresentar uma proposta desta para o sindicato na frente de representantes do Ministério Público e esse não intervir????


Estamos sem justiça neste país!!!O Ministério Público não cumpre sua real função que é fazer cumprir a lei!!


Temos então que acreditar em Deus e na força do nosso

movimento para que a lei seja cumprida!!!

Com uma proposta indecente destas, quase nem precisaria de votação, mas esta é de praxe, e tem que acontecer. E aconteceu por unanimidade a greve continua por tempo indeterminado.


Enquanto fazíamos nossa passeata até a Praça da Liberdade, tentávamos entender o que este governo pretendia com uma indecência desta?? Muitas foram as justificativas encontradas por nossos companheiros.



O governo, teria que apresentar uma proposta dentro do PISO para dar uma satisfação para a sociedade, mas desde que fosse alguma coisa ridícula de modo a confundir aqueles que não estivessem a par da situação e talvez até algum professor desavisado e assim convencê-lo a retornar para o subsídio.


Eles sabiam que a categoria não aceitaria esta proposta ridícula, indecente, desonesta indecorosa só a lançou para fazer-se de bonzinho perante o povo.


Mas em a população ele consegue enganar. Todos sabem que existe um plano de carreira na educação e que não é ni mínimo honesto um professor que tenha feito apenas o Ensino Médio, receber igual a um professor que fez faculdade, pós graduação. Isto é no mínimo um afronta para com a categoria.


Estamos em greve pelo cumprimento da lei 11738 pois, a mesma permite a valorização do educador dentro do seu plano de carreira

e vem esse governador inimigo das educação e quer acabar com a carreira???


Com certeza se o governo quisesse realmente acabar com a greve apresentaria esse mesmo piso proporcional dentro daquela tabela que está no início do blog respeitando a carreira do servidor.


PORTANTO COMPANHEIROS, FAZ-SE NECESSÁRIOS NOS UNIRMOS AINDA MAIS E LUTARMOS COM MAIS GARRA PELOS NOSSOS DIREITOS!!


CONSEGUIREMOS ESTA VIÓRIA, CUSTE O QUE CUSTAR.


AH!! Até havia me esquecido o restante da piada, tudo isso, para janeiro de 2012!!!kkkkk Janeiro de 2012 o PISO já será outro!!! Será que ele pensa que somo o quê???










Sociedade nos apoia!!!Reconhece nosso valor coisa que o governador não faz!!



Vejam a carta de solidariedade de Leonardo Boff aos professores

Queridos colegas professoras e professores,

Estou estarrecido face à insensibilidade do Governador Anastasia face a uma greve dos professores e professoras por tanto tempo.

Ele precisa ser inimigo de sua própria humanidade para fazer isso.
Ele não ama as crianças, não respeita seus pais, despreza uma classe de trabalhadores e trabalhadoras das mais dignas da sociedade, aquelas pessoas a quem nós confiamos nossos filhos e filhas para que recebam educação e aprendam a respeitar os outros e a acatar as autoridades que foram eleitas para cuidar dos cidadãos.

Essa intolerância mostra falta de coração e de compaixão no sentido mais nobre desta virtude que é sentir a necessidade do outro, colocar-se ao seu lado para aliviar seu padecimento e resgatar a justiça mínima de um salário necessário para a vida.

Recordo as palavras da revelação consignadas no livro do Eclesiástico capitulo 34 versículo 27:”Derrama sangue, quem priva o assalariado de seu salário". Não queremos um governador que aceita derramar sangue por não querer ceder nada aos professores e professoras que pedem o que é minimamente certo e justo.

Quero me solidarizar com todos vocês e apoiar as revindicações que estão formulando.

Com meus melhores votos e também preces diante dAquele que sempre escuta o grito dos oprimidos e injustiçados.

Leonardo Boff
Teólogo e escritor

Fonte: http://www.rogeriocorreia.com.br/profiles/blogs/carta-de-leonardo-boff-aos-professores-de-mg


Comentários:

Marly Gribel disse...

Valeu Cris, ler seu blog é um lenitivo para mim. Sua força e garra é a expressão de nossas forças. Estamos firmes, juntos e misturados. Aguardamos a vitória!

Maria Helena disse...

Não vamos desistir, vamos mantermos firmes e buscar mais adesões para provar o quanto esse governo é insensível e intransigente.Esse governo é louco, meu Deus! Nas mãos de quem o nosso estado foi parar? O pior de tudo é a conivências das autoridades, permitindo que ele se supere em seus desmandos a cada dia. Mas se fomos nós os escolhidos para desmascará-lo, que Deus nos dê sabedoria, força e perseverança para continuarmos firmes nesse propósito." Se fecharem uns poucos caminhos, mil trilhas se abriram.....Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais!...
Piso, carreira e dignidade!..................
Maria Helena - Ipatinga

Mariana disse...

Cris,
O pior é que minha escola voltou Às atividades normais hoje.
Que tristeza!!! Perderam as esperanças...
EU VOU ATÉ O FIM.
Um abraço e muito obrigada pelas informações.
Mariana

Educadora de Contagem disse...

"Exma. Presidente Dilma Rousseff,

Venho por meio desta pedir à V. Exa. que intervenha na educação de nosso país. A lei federal 11.738/08 (Lei do Piso Salarial Profissional Nacional) já está mais que aprovada pelo Supremo e ninguém obriga os estados e municípios a cumpri-la. Em Minas, nós, professores, completamos 85 dias de greve para reivindicar o simples cumprimento da referida lei. O piso para o profissional com formação de nível médio em 2011, pelo MEC, é de R$ 1.187 para até 40 horas.

O governo Anastasia, ao invés de cumprir a lei, usa de artifícios para perseguir o elo mais fraco da categoria. Até ferir a lei de greve, ele feriu. Contratou professores (até desabilitados para o cargo) para substituir os professores do 3º Ano do Ensino Médio. Agora fala em contratar para todos os anos. Depois de todos esses dias de greve, ele aparece com a proposta de pagar o piso de R$ 712,00 (proporcional para 24 horas para o profissional com formação no Ensino Médio) a partir de janeiro/2012 para todos os níveis de escolaridade (de Formação de nível médio a doutorado) e qualquer tempo de serviço (0 a 30 anos). Ou seja, acabando com a carreira e a vontade de melhorarmos nosso curriculum. Em janeiro, o valor já será outro, de acordo com a lei do piso. E o nosso plano de carreira prevê 22% a cada nível. Ou seja, seria R$ 868 para Licenciatura Curta, R$ 1.060 para Superior Completo, e assim por diante. Fora 20% de "pó-de-giz", 3% a cada 2 anos de carreira, e outras vantagens adquiridas ao longo da carreira.

E o Ministério Público de Minas não faz nada. Ao invés de fazer seu papel de fiscalizar o cumprimento das leis, somente fez papel de mediador de uma negociação e declara que essa proposta do governo mineiro satisfaz a categoria. Agora quer também declarar nossa greve ilegal, ferindo a nossa constituição federal.

O ministro Fernando Haddad, que apoiava nossa greve na semana passada, fala agora que apoia a contratação de substitutos para os grevistas, ferindo também a constituição.

Até agora, tínhamos presenciado apenas o governo mineiro fazer tal façanha (ferir a Constituição Brasileira), como se fosse uma federação independente do Brasil. Mas ouvir isso de um ministro, logo o ministro da educação, que diz lutar para melhorar a educação brasileira, nos deixa muito desanimados com o Brasil. Se ele quer uma educação de qualidade, deveria pelo menos fazer cumprir essa lei em todo o país, para que não precisemos mais pedir esmolas a governantes locais e termos vontade de cada vez melhorar mais. Ele deveria ser questionado por V. Exa.

E se realmente houver justiça no Brasil, estamos certos de que será implantada a Lei do Piso na sua íntegra e sem mais prorrogação. Pois ainda não é um valor digno, mas já é um pouco acima da miséria na qual vivemos no país enquanto professores.

Sem mais, agradeço antecipadamente."

Cris, como sugestão de um companheiro de luta do blog do Prof; Euler, postei a carta acima endereçada a nossa Presidenta. Como sugestão acho que todos nós deveríamos fazer a mesma coisa. Se vc concordar, sugira isso aos seus leitores. Já postei essa carta no blog da Beatriz Cerqueira.

Anônimo disse...

Cris, é verdade que a Dilma está chegando agora às 10h no Aeroporto da Pampulha?
Não podemos perder essa oportunidade!!!! O sindicato tem que conseguir falar com ela.
Ana

Isabel Assumpção - Manhuaçu disse...

Bom dia Cris e demais resistentes do NDG,
já visitei seu blog antes mas creio que é a primeira vez que posto um comentário, também sou uma sozinha na escola onde trabalho , mas sei que somos muitos o que temos a coragem de lutar até o fim contra este desgoverno insano e toda a corja que o acompanha. Parabéns pelo seu blog que juntamente com o comandante Euler e outros combativos (as) nos fortalece a cada investida da turma do mal. É hora de união e oremos a Deus para tirar a ignorância das mentes daqueles que ainda continuam a "trabalhar" enquanto o caos se instala na educação pública; é um prazer "conhecer" tantos desta categoria que estão escrevendo um novo capítulo da nossa história. Sinto-me hoje mais ligada aos meus companheiros virtuais do que com professores que venho caminhando ao longo de 21 anos de carreira, salvas as devidas exceções pois aqui em Manhuaçu, existem bravos guerreiros (as) que não se vendem e não se dobram diante desta ditadura mineira. Como professora de Língua Portuguesa já tinha a convicção de que os políticos precisam urgente de cursos de interpretação de textos, leis... mas com tristeza concluo que muitos profissionais da educação precisam urgentemente de cursos de interpretação de vida, de aprender o significado de palavras como: solidariedade, respeito e amor próprio, dignidade e tantos outros termos... obrigada pelo espaço e por "ouvir" este desabafo. "Saudações aos que têm coragem..." FORÇA, UNIDADE e PAZ. Até a vitória!!!
Um grande e fraterno abraço,
Isabel

Anônimo disse...

Cris, voltar para escola sem o PISO, nem pensar!! Não estudei tanto pra um governo desonesto nos fazer de bobos ou achar que não entendemos dos nossos DIREITOS. Afinal, temos que formar cidadãos críticos para que? Continuo na luta, colega! FIRME e FORTE, com corte no salário, contratação de outros profissionais... Quem sabe assim alguns pais também aprendam a nos valorizar? Vamos aguardar novas propostas q sejam decentes. Somos brasileiros, desistir... JAMAIS!!

Cristina Costa disse...

Pessoal da luta diária, inclusive pela internet, temos que encher de emails estes meios de comunicação coniventes com o governo, para que eles tomem vergonha na cara e parem de noticiar mentiras pagas pelo governo e tenham compromisso com a verdade.

às 9 horas ouvi na Itatiaia um digníssimo repórter dizer que o governo já apresentou 3 propostas cada uma melhor que a outra e que o sindicato insiste em continuar com a greve que agora o MP vai intervir mas não fazendo o governo cumprir o que determina alei, mas punindo aos professores. E mais, que os bons professores estes voltaram a as salas de aula.

Gente, é um absurdo este momento sofrido que enfrentamos!!

Acabo de chegar em casa e vou começar meu trabalho escrevendo e enviando...

Pelo twitter também é uma arma forte de cobrança. Meu twitter @mcriscostabh

Vamos fazer o que estiver a nosso alcance para que a sociedade compreenda o golpe que este (des)governo está querendo nos aplicar: Ele está anunciando que concordou em pagar o piso que queríamos e nós não aceitamos.Só que não falou que acabou com nossa carreira.Para que estudar????

Nossa colega "Educadora de Contagem" se expressou muito bem. Colega, temos que divulgar esta carta sua e se possível fazê-la chegar a Presidenta que como fiquei sabendo está aqui em BH.

Companheiros, o momento é delicado mas deve ser de muita luta!! não é possível que não exista JUSTIÇA neste País!!!

João Paulo Ferreira de Assis disse...

Prezada amiga e companheira de luta Professora Cris

Peço sua devida vênia para transcrever meu comentário no Blog do Euler

João Paulo Ferreira de Assis disse...
Prezado amigo Professor Euler

Peço-lhe que preste atenção ao comentário do Sr.Edson Coutinho, de Carangola MG, a respeito de possibilidade de intervenção federal. Subscrevo-o em sua inteireza, e com a devida vênia do Sr.Edson Coutinho, o ponho aqui para os prezados companheiros de luta:

Edson Coutinho - Carangola-MG disse...
POSSIBILIDADE DE INTERVENÇÃO FEDERAL


• É importante destacar o que está expresso na CRFB/88:


Art.34 – A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para:


VI – prover a execução de lei federal, ordem ou decisão judicial;

VII – assegurar a observância dos seguintes princípios constitucionais:

e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino e nas ações e serviços públicos de saúde.

Como se vê, o Estado da Federação que violar esses dispositivos constitucionais, é passível de intervenção federal.


• Mas, para que isso possa vir a acontecer, o Procurador Geral da República, como chefe do MPU e do MPF, deve ser provocado para propor representação junto ao Supremo Tribunal Federal .

No caso do inciso VI (ação de executoriedade de lei federal), e no do inciso VII( ação direta de inconstitucionalidade interventiva).

Em ambos os casos, o Supremo Tribunal Federal, para o prosseguimento dessa medida de exceção, deverá julgar procedentes as ações propostas encaminhando-as ao Presidente da República para a formalização do decreto interventivo.

→ Vide:

- art. 34, VI, 1ª parte, c/c o art. 36, III – CRFB/88. (Recusa à execução de lei federal - ação de executoriedade de lei federal).

- art. 34,VII, c/c o art. 36, III – CRFB/88 ( ADI Interventiva)


***

31 de agosto de 2011 23:45

O que nós estamos fazendo? Já devíamos ter solicitado essa intervenção federal há anos, pois a não aplicação dos percentuais constitucionais constitui infração clara a princípios constitucionais.
Ainda completo sugerindo que o nosso Sindicato represente ao Conselho Nacional do Ministério Público contra o Ministério Público de Minas Gerais que em vez de exercer o seu papel de fiscal da Lei, procurou ser o mediador entre o Governo do Estado e os professores tomando partido pelo Governo do Estado, e querendo abrir ação civil pública contra o Sindicato.
O Conselho Nacional do Ministério Público é regulado pelo artigo 130-A, da Constituição Federal. O inciso II e III do § 2° do referido artigo 130-A são bem claros a respeito.
Também há o remédio jurídico do Mandado de segurança coletivo, como reza o artigo 5°, inciso LXX, alínea b. O sindicato é uma das pessoas jurídicas competentes para impetrá-lo. A outra é um partido político com representação no Congresso Nacional.

Olha, companheiro Euler, eu acho que neste caso nós só iremos conseguir através de ordem judicial. Com negociação é impossível, pois o governo está escarnecendo de nós. O negócio é ir para a luta na justiça. Inclusive tentar enquadrar o Aécio na lei da ficha limpa.

Saudações, e ATÉ A VITÓRIA!!!!!

João Paulo Ferreira de Assis.

1 de setembro de 2011 12:38




Anônimo disse...

sera que voces nao percebem que voces estao nos prejudicando pelo amor de DEUS eu preciso de aula nos precisamos de aula poe a mao na conciencia vcs NAO VAO CONSEGUIR vc nao conseguram em tres meses acham que vao conseguir em quatro eu vejo postagens do seu blog chamando as segretarias e o governador de cretinos vcs que sao cretinos eles estao irredutiveis e olha eles sao autoridades eles podem entrar com uma liminar de anulação aos direitos trabalhistas e como vc ficam como eu li no super noticia a pelo amor de deus COM LUTA COM GARRA MAIS INFELISMENTE O PISO NAO SAI NA MARRA pelo amor de deus eu na quero perder o ano por negligencia de professores e governo como diria a musica QUE PAIS É ESSE vcs merecem eu sei que vcs merecem até + que 1.800 mais ifelismente nao vai sair esse piso de uma hora para outra nos alunos estamos sendo muitissimos prejudicados ai vcs falam nos tambem estamos precumadissimos com os alunos, MENTIRA professores estao deslumbrados com as manchetes greve de professore ja dura mais de 3 meses a pelo amor de deus nos vamos imendar uma fase na outra nao é bonito isso nao olha eu sei que eu ja falei muita "merda" nesse comentario mais é como eu me sinto defazado por negligencia de adultos velhos como voces.
a e por favor aceite esse comentario se nao quiser nao precisa mais pelo menos me responda
aluno pjs

Cristina Costa disse...

Aluno, porque não se identificou??

O que você quer que eu responda???

Você está no seu direito de se indignar, mas está se revoltando contra o lado mais fraco.

Onde vc leu aqui no meu blog a palavra "cretino"?? Nunca usei este verbete, apesar de que....!!!!

O governo está fazendo o seu papel de iludir os mais desavisados e eu estou no meu direito de não concordar e lutar.

Não quero chorar depois, nem lamentar que não fiz minha parte, que poderia ser diferente.

Podemos até não conseguir o que é nosso de direito porque este País da impunidade para com os poderosos é um problema a parte, mas vou ficar até o fim, pois acredito na nossa luta, ela é justa.

Infelizmente os alunos estão sendo sim muito prejudicados mas nós professores também estamos sofrendo muito!!Este sofrimento de ambas partes não é por minha culpa, nem dos educadores em greve!!!

Obrigada por se manifestar

12 comentários:

  1. Valeu Cris, ler seu blog é um lenitivo para mim. Sua força e garra é a expressão de nossas forças. Estamos firmes, juntos e misturados. Aguardamos a vitória!

    ResponderExcluir
  2. Não vamos desistir, vamos mantermos firmes e buscar mais adesões para provar o quanto esse governo é insensível e intransigente.Esse governo é louco, meu Deus! Nas mãos de quem o nosso estado foi parar? O pior de tudo é a conivências das autoridades, permitindo que ele se supere em seus desmandos a cada dia. Mas se fomos nós os escolhidos para desmascará-lo, que Deus nos dê sabedoria, força e perseverança para continuarmos firmes nesse propósito." Se fecharem uns poucos caminhos, mil trilhas se abriram.....Deus criou o infinito pra vida ser sempre mais!...
    Piso, carreira e dignidade!..................
    Maria Helena - Ipatinga

    ResponderExcluir
  3. Cris,
    O pior é que minha escola voltou Às atividades normais hoje.
    Que tristeza!!! Perderam as esperanças...
    EU VOU ATÉ O FIM.
    Um abraço e muito obrigada pelas informações.
    Mariana

    ResponderExcluir
  4. Educadora de Contagem1 de setembro de 2011 09:41

    "Exma. Presidente Dilma Rousseff,

    Venho por meio desta pedir à V. Exa. que intervenha na educação de nosso país. A lei federal 11.738/08 (Lei do Piso Salarial Profissional Nacional) já está mais que aprovada pelo Supremo e ninguém obriga os estados e municípios a cumpri-la. Em Minas, nós, professores, completamos 85 dias de greve para reivindicar o simples cumprimento da referida lei. O piso para o profissional com formação de nível médio em 2011, pelo MEC, é de R$ 1.187 para até 40 horas.

    O governo Anastasia, ao invés de cumprir a lei, usa de artifícios para perseguir o elo mais fraco da categoria. Até ferir a lei de greve, ele feriu. Contratou professores (até desabilitados para o cargo) para substituir os professores do 3º Ano do Ensino Médio. Agora fala em contratar para todos os anos. Depois de todos esses dias de greve, ele aparece com a proposta de pagar o piso de R$ 712,00 (proporcional para 24 horas para o profissional com formação no Ensino Médio) a partir de janeiro/2012 para todos os níveis de escolaridade (de Formação de nível médio a doutorado) e qualquer tempo de serviço (0 a 30 anos). Ou seja, acabando com a carreira e a vontade de melhorarmos nosso curriculum. Em janeiro, o valor já será outro, de acordo com a lei do piso. E o nosso plano de carreira prevê 22% a cada nível. Ou seja, seria R$ 868 para Licenciatura Curta, R$ 1.060 para Superior Completo, e assim por diante. Fora 20% de "pó-de-giz", 3% a cada 2 anos de carreira, e outras vantagens adquiridas ao longo da carreira.

    E o Ministério Público de Minas não faz nada. Ao invés de fazer seu papel de fiscalizar o cumprimento das leis, somente fez papel de mediador de uma negociação e declara que essa proposta do governo mineiro satisfaz a categoria. Agora quer também declarar nossa greve ilegal, ferindo a nossa constituição federal.

    O ministro Fernando Haddad, que apoiava nossa greve na semana passada, fala agora que apoia a contratação de substitutos para os grevistas, ferindo também a constituição.

    Até agora, tínhamos presenciado apenas o governo mineiro fazer tal façanha (ferir a Constituição Brasileira), como se fosse uma federação independente do Brasil. Mas ouvir isso de um ministro, logo o ministro da educação, que diz lutar para melhorar a educação brasileira, nos deixa muito desanimados com o Brasil. Se ele quer uma educação de qualidade, deveria pelo menos fazer cumprir essa lei em todo o país, para que não precisemos mais pedir esmolas a governantes locais e termos vontade de cada vez melhorar mais. Ele deveria ser questionado por V. Exa.

    E se realmente houver justiça no Brasil, estamos certos de que será implantada a Lei do Piso na sua íntegra e sem mais prorrogação. Pois ainda não é um valor digno, mas já é um pouco acima da miséria na qual vivemos no país enquanto professores.

    Sem mais, agradeço antecipadamente."

    Cris, como sugestão de um companheiro de luta do blog do Prof; Euler, postei a carta acima endereçada a nossa Presidenta. Como sugestão acho que todos nós deveríamos fazer a mesma coisa. Se vc concordar, sugira isso aos seus leitores. Já postei essa carta no blog da Beatriz Cerqueira.

    ResponderExcluir
  5. Cris, é verdade que a Dilma está chegando agora às 10h no Aeroporto da Pampulha?
    Não podemos perder essa oportunidade!!!! O sindicato tem que conseguir falar com ela.
    Ana

    ResponderExcluir
  6. Isabel Assumpção - Manhuaçu1 de setembro de 2011 10:20

    Bom dia Cris e demais resistentes do NDG,
    já visitei seu blog antes mas creio que é a primeira vez que posto um comentário, também sou uma sozinha na escola onde trabalho , mas sei que somos muitos o que temos a coragem de lutar até o fim contra este desgoverno insano e toda a corja que o acompanha. Parabéns pelo seu blog que juntamente com o comandante Euler e outros combativos (as) nos fortalece a cada investida da turma do mal. É hora de união e oremos a Deus para tirar a ignorância das mentes daqueles que ainda continuam a "trabalhar" enquanto o caos se instala na educação pública; é um prazer "conhecer" tantos desta categoria que estão escrevendo um novo capítulo da nossa história. Sinto-me hoje mais ligada aos meus companheiros virtuais do que com professores que venho caminhando ao longo de 21 anos de carreira, salvas as devidas exceções pois aqui em Manhuaçu, existem bravos guerreiros (as) que não se vendem e não se dobram diante desta ditadura mineira. Como professora de Língua Portuguesa já tinha a convicção de que os políticos precisam urgente de cursos de interpretação de textos, leis... mas com tristeza concluo que muitos profissionais da educação precisam urgentemente de cursos de interpretação de vida, de aprender o significado de palavras como: solidariedade, respeito e amor próprio, dignidade e tantos outros termos... obrigada pelo espaço e por "ouvir" este desabafo. "Saudações aos que têm coragem..." FORÇA, UNIDADE e PAZ. Até a vitória!!!
    Um grande e fraterno abraço,
    Isabel

    ResponderExcluir
  7. Cris, voltar para escola sem o PISO, nem pensar!! Não estudei tanto pra um governo desonesto nos fazer de bobos ou achar que não entendemos dos nossos DIREITOS. Afinal, temos que formar cidadãos críticos para que? Continuo na luta, colega! FIRME e FORTE, com corte no salário, contratação de outros profissionais... Quem sabe assim alguns pais também aprendam a nos valorizar? Vamos aguardar novas propostas q sejam decentes. Somos brasileiros, desistir... JAMAIS!!

    ResponderExcluir
  8. Pessoal da luta diária, inclusive pela internet, temos que encher de emails estes meios de comunicação coniventes com o governo, para que eles tomem vergonha na cara e parem de noticiar mentiras pagas pelo governo e tenham compromisso com a verdade.

    às 9 horas ouvi na Itatiaia um digníssimo repórter dizer que o governo já apresentou 3 propostas cada uma melhor que a outra e que o sindicato insiste em continuar com a greve que agora o MP vai intervir mas não fazendo o governo cumprir o que determina alei, mas punindo aos professores. E mais, que os bons professores estes voltaram a as salas de aula.

    Gente, é um absurdo este momento sofrido que enfrentamos!!

    Acabo de chegar em casa e vou começar meu trabalho escrevendo e enviando...

    Pelo twitter também é uma arma forte de cobrança. Meu twitter @mcriscostabh

    Vamos fazer o que estiver a nosso alcance para que a sociedade compreenda o golpe que este (des)governo está querendo nos aplicar: Ele está anunciando que concordou em pagar o piso que queríamos e nós não aceitamos.Só que não falou que acabou com nossa carreira.Para que estudar????

    Nossa colega "Educadora de Contagem" se expressou muito bem. Colega, temos que divulgar esta carta sua e se possível fazê-la chegar a Presidenta que como fiquei sabendo está aqui em BH.

    Companheiros, o momento é delicado mas deve ser de muita luta!! não é possível que não exista JUSTIÇA neste País!!!

    ResponderExcluir
  9. João Paulo Ferreira de Assis1 de setembro de 2011 13:11

    Prezada amiga e companheira de luta Professora Cris

    Peço sua devida vênia para transcrever meu comentário no Blog do Euler

    João Paulo Ferreira de Assis disse...
    Prezado amigo Professor Euler

    Peço-lhe que preste atenção ao comentário do Sr.Edson Coutinho, de Carangola MG, a respeito de possibilidade de intervenção federal. Subscrevo-o em sua inteireza, e com a devida vênia do Sr.Edson Coutinho, o ponho aqui para os prezados companheiros de luta:

    Edson Coutinho - Carangola-MG disse...
    POSSIBILIDADE DE INTERVENÇÃO FEDERAL


    • É importante destacar o que está expresso na CRFB/88:


    Art.34 – A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para:


    VI – prover a execução de lei federal, ordem ou decisão judicial;

    VII – assegurar a observância dos seguintes princípios constitucionais:

    e) aplicação do mínimo exigido da receita resultante de impostos estaduais, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino e nas ações e serviços públicos de saúde.

    Como se vê, o Estado da Federação que violar esses dispositivos constitucionais, é passível de intervenção federal.


    • Mas, para que isso possa vir a acontecer, o Procurador Geral da República, como chefe do MPU e do MPF, deve ser provocado para propor representação junto ao Supremo Tribunal Federal .

    No caso do inciso VI (ação de executoriedade de lei federal), e no do inciso VII( ação direta de inconstitucionalidade interventiva).

    Em ambos os casos, o Supremo Tribunal Federal, para o prosseguimento dessa medida de exceção, deverá julgar procedentes as ações propostas encaminhando-as ao Presidente da República para a formalização do decreto interventivo.

    → Vide:

    - art. 34, VI, 1ª parte, c/c o art. 36, III – CRFB/88. (Recusa à execução de lei federal - ação de executoriedade de lei federal).

    - art. 34,VII, c/c o art. 36, III – CRFB/88 ( ADI Interventiva)


    ***

    31 de agosto de 2011 23:45

    O que nós estamos fazendo? Já devíamos ter solicitado essa intervenção federal há anos, pois a não aplicação dos percentuais constitucionais constitui infração clara a princípios constitucionais.
    Ainda completo sugerindo que o nosso Sindicato represente ao Conselho Nacional do Ministério Público contra o Ministério Público de Minas Gerais que em vez de exercer o seu papel de fiscal da Lei, procurou ser o mediador entre o Governo do Estado e os professores tomando partido pelo Governo do Estado, e querendo abrir ação civil pública contra o Sindicato.
    O Conselho Nacional do Ministério Público é regulado pelo artigo 130-A, da Constituição Federal. O inciso II e III do § 2° do referido artigo 130-A são bem claros a respeito.
    Também há o remédio jurídico do Mandado de segurança coletivo, como reza o artigo 5°, inciso LXX, alínea b. O sindicato é uma das pessoas jurídicas competentes para impetrá-lo. A outra é um partido político com representação no Congresso Nacional.

    Olha, companheiro Euler, eu acho que neste caso nós só iremos conseguir através de ordem judicial. Com negociação é impossível, pois o governo está escarnecendo de nós. O negócio é ir para a luta na justiça. Inclusive tentar enquadrar o Aécio na lei da ficha limpa.

    Saudações, e ATÉ A VITÓRIA!!!!!

    João Paulo Ferreira de Assis.

    1 de setembro de 2011 12:38

    ResponderExcluir
  10. sera que voces nao percebem que voces estao nos prejudicando pelo amor de DEUS eu preciso de aula nos precisamos de aula poe a mao na conciencia vcs NAO VAO CONSEGUIR vc nao conseguram em tres meses acham que vao conseguir em quatro eu vejo postagens do seu blog chamando as segretarias e o governador de cretinos vcs que sao cretinos eles estao irredutiveis e olha eles sao autoridades eles podem entrar com uma liminar de anulação aos direitos trabalhistas e como vc ficam como eu li no super noticia a pelo amor de deus COM LUTA COM GARRA MAIS INFELISMENTE O PISO NAO SAI NA MARRA pelo amor de deus eu na quero perder o ano por negligencia de professores e governo como diria a musica QUE PAIS É ESSE vcs merecem eu sei que vcs merecem até + que 1.800 mais ifelismente nao vai sair esse piso de uma hora para outra nos alunos estamos sendo muitissimos prejudicados ai vcs falam nos tambem estamos precumadissimos com os alunos, MENTIRA professores estao deslumbrados com as manchetes greve de professore ja dura mais de 3 meses a pelo amor de deus nos vamos imendar uma fase na outra nao é bonito isso nao olha eu sei que eu ja falei muita "merda" nesse comentario mais é como eu me sinto defazado por negligencia de adultos velhos como voces.
    a e por favor aceite esse comentario se nao quiser nao precisa mais pelo menos me responda
    aluno pjs

    ResponderExcluir
  11. Aluno, porque não se identificou??

    O que você quer que eu responda???

    Você está no seu direito de se indignar, mas está se revoltando contra o lado mais fraco.

    Onde vc leu aqui no meu blog a palavra "cretino"?? Nunca usei este verbete, apesar de que....!!!!

    O governo está fazendo o seu papel de iludir os mais desavisados e eu estou no meu direito de não concordar e lutar.

    Não quero chorar depois, nem lamentar que não fiz minha parte, que poderia ser diferente.

    Podemos até não conseguir o que é nosso de direito porque este País da impunidade para com os poderosos é um problema a parte, mas vou ficar até o fim, pois acredito na nossa luta, ela é justa.

    Infelizmente os alunos estão sendo sim muito prejudicados mas nós professores também estamos sofrendo muito!!Este sofrimento de ambas partes não é por minha culpa, nem dos educadores em greve!!!

    Obrigada por se manifestar

    ResponderExcluir
  12. Professora, com muito ORGULHO E MUITO AMOR3 de setembro de 2011 11:50

    Professora, com muito ORGULHO E MUITO AMOR disse...

    Grande Blog !!Maior ainda VOCÊ e o seu nome que ressoa por estas Minas Gerais a cada segundo.
    Amiga,vamos nos organizar pra próxima assembleia dia 08 de setembro:
    Indumentária a rigor "TODOS DE BLUSA PRETA"(divulgue esta ideia), afinal de contas Minas Gerais se encontra em luto,esta corja está sepultando: A EDUCAÇAO, A JUSTIÇA, AS LEIS, A DIGNIDADE,O RESPEITO e demais valores.....
    Até dia 08 de setembro,vamos escurecer aquela praça da assembleia, Anastazista está jogando a EDUCAÇAO NUM BURACO NEGRO.
    3 de setembro de 2011 11:38

    ResponderExcluir